Transformação digital: oportunidade no mercado farmacêutico

22 de março de 2022

Eis que agora a transformação digital se concretizou de fato na nossa cadeia de abastecimento. Podemos afirmar, inclusive, que isso se deu de forma inesperada e quase involuntária.

Antes do cenário da pandemia as vendas no canal digital eram irrisórias ou em melhores casos, apenas complementares, que existiam por vontade e “visão de futuro” de algumas empresas. E foi aí que, desde o início desse cenário pandêmico, essa modalidade de venda ganhou outra visibilidade e importância. Passou a ser uma necessidade, uma comodidade segura e em alguns casos, uma questão de sobrevivência.

Interessante ressaltar que essa mudança tão repentina vai além das ferramentas tecnológicas, aliás, essas já estão evoluindo há um bom tempo. Estão como casas prontas a serem entregues, aguardando apenas a mudança dos seus ilustres moradores. A transformação, de fato, ocorreu no comportamento social. Essa conectividade passou a ser amparada pelo senso comunitário e de sobrevivência, ou ainda, por um novo comportamento adotado após tanto isolamento obrigatório. O cliente, seja ele o final ou intermediário, não se preparou para mudar, mas se viu obrigado e acabou por se adaptar.

E como vencer o paradoxo da dita gélida interação virtual e conseguir que a cultura e o “jeitinho” de cada empresa sejam percebidos pelo seu cliente? Como promover isso sem nosso tão habitual e cultural contato físico?

Acredito que o maior desafio esteja exatamente nesse ponto. Dar personalidade aos seus canais de venda e cultivar sinergia entre todas as suas frentes comerciais. Fazer com que seu cliente identifique e reconheça seu atendimento e seu jeito de fazer negócios, mesmo que de forma virtual.

Isso pode até parecer impossível num primeiro momento. Talvez se manifeste aquele pensamento de que não funcionará. Mas abra a mente! Seus compradores também não foram preparados ou mudaram de forma orgânica. Eles foram obrigados em tão pouco tempo a adotar essa nova modalidade de venda, que, em alguns momentos, chegou a ser a principal. Pode ser que a princípio haja rejeição, negação, reclamação, mas logo ocorrerá a aceitação e então, o pensamento, de fato, se ativará para viver e usufruir dos benefícios dessa nova era comercialmente digital e conectada.

Buscar empresas e soluções que te amparem, que facilitem e impulsionem seu processo pode acelerar muito essa curva de adaptação. É importante estar conectado e escolher um parceiro que conheça a realidade e o dia a dia do seu negócio, que se comprometa com a conectividade dos seus canais e com o seu resultado final, junto com você. Vale lembrar que não é apenas uma questão de solução tecnológica.

Com decisões fundamentadas e ferramentas altamente eficazes, sua empresa poderá se destacar, estar à frente, atingir seu objetivo final e até mesmo superar suas próprias expectativas.

Autor
Nexfar Brasil
Artigos relacionados
28 de março de 2022
Comunicação ou conexão no meu e-commerce?
É notório que a comunicação é uma grande e poderosa arma de relacionamento para qualquer processo de venda. Porém, no contexto da transformaçã...
28 de abril de 2022
Descubra como aumentar o mix e o ticket dos pedidos realizados pelas farmácias no seu canal digital
Como sabemos, a maioria das farmácias brasileiras realizam suas compras com distribuidores por estímulo de reposição de estoque, ou seja, só efet...
28 de março de 2022
Como fidelizar e reter seus clientes
Muito mais do que conquistar, é preciso ter em mente que fidelizar e reter clientes também precisa estar em sua pauta. Com as 4 dicas descritas nest...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram